Publicado em Holanda

Amsterdã – o que fazer em 01 dia


No nosso roteiro de férias deste ano, não estava incluído Amsterdã. Porém, como viajamos em maio devido ao casamento do primo do Arthur, lembramos de uma coisa muito importante: a viagem seria na primavera, e, primavera lembra flores, e flores nos lembra tulipas e tulipas nos lembra AMSTERDÃ!

Nossa primeira semana na Europa foi muito corrida porque seria a única semana que Stephanie estaria conosco. Planejamos todos os lugares que ela gostaria de conhecer antes do casamento e obviamente queríamos compartilhar com ela as tulipas, pois, somente de março a maio temos essa oportunidade de vermos tulipas na Holanda.

Depois de organizarmos os melhores deslocamentos, conseguimos separar 1 dia – um único dia para curtirmos o que fosse possível em Amsterdã – e que dia! Aproveitamos cada segundo e agora vamos compartilhar o que conseguimos fazer em 1 dia em Amsterdã.

A primeira dica é reserve o hotel com antecedência. Na primavera a cidade fica repleta de turistas que também querem visitar as tulipas. Chegamos em Amsterdã na segunda a noite, por volta de meia noite. Viajamos pela empresa Transavia (nunca havíamos ouvido falar,mas deu tudo certo!).  Um ponto a se lembrar é que nós três fizemos esta viagem a Europa com mala de mão e mochila. As empresas low cost de aviação na Europa são bem baratas, mas despachar uma mala custa mais que a passagem aérea. Comprei a passagem através do site Skyscanner. Este tipo de passagem não é possível parcelar. Voltando a questão do hotel, compramos nossa diária através do site Hoteis.com  que este ano (2019) está dando 7 pontos Multiplus (que dá para trocar por outras passagens aéreas e muitos outros produtos) para cada dólar gasto (por este link multiplus-hoteis.com). Como só tínhamos 01 dia, optamos por nos hospedar próximo ao aeroporto. A rede Ibis tem 02 hotéis próximos ao aeroporto e oferece Shuttle gratuito para o aeroporto com intervalos de aproximadamente 1 hora.

Na terça feira acordamos cedinho, tomamos café e fomos para o aeroporto para nosso primeiro passeio: Keukenhof, o parque das tulipas. Compramos as entradas para o parque pela internet ainda no Brasil. Um alerta: eu coloquei o nome do parque no google, apareceu um site com o nome do parque, mas não era o site oficial e eu só descobri na hora, quando abri meu email e a confirmação que recebi não “servia” para entrar no parque. Fiquei um pouco nervosa mas no final deu tudo certo. O site apesar de parecer ser do parque era de um parceiro. Eu tive que ir num trailler no estacionamento para pegar a entrada para o parque. Comprando a entrada para o parque no site oficial há uma opção em que vendem a entrada + transporte. Nós compramos ticket para pegar o ônibus para o Keukenhof no aeroporto. Este parque fica na cidade de Lisse e fica cerca de 30 minutos do aeroporto.

20190707_161749

img_20190702_201513_110
Keukenhof – Pegamos um frio fora do comum para o mês de maio

 

 

20190507_111703
Dá vontade de colocar todas as fotos aqui!

Finalizando os fatos e fotos do Keukenhof, no parque há uma mini fazendinha. Corri com os cabritinhos, falamos a língua do béeeeeeee. Adorei!

img_20190704_061020_825

Ficamos no parque até 11:45h. Quando saímos do parque o tempo começou a virar. Fomos para o mesmo local que havíamos descido do ônibus e perguntamos para um motorista onde pegávamos o ônibus para voltar para o aeroporto (sim, os motoristas de ônibus falam inglês). Ele indicou que era do outro lado da rua. Vimos que o ônibus estava quase saindo e obviamente saímos correndo pelo meio da rua para não perder (o ônibus saía a cada 30 minutos). Bem, tinha um canteiro no meio  da rua para alcançarmos o outro lado. Um motorista que estava dando a volta nesta área de parada dos ônibus ficou bem bravo porque não atravessamos no local de pedestre simplesmente jogou o ônibus pra cima da gente. Sim, quase fomos atropelados em Lisse! Ele xingou a gente em holandês e a vida seguiu. Quando chegamos do outro lado da rua, nosso ônibus já tinha fechado a porta para ir embora, fiz movimento com a mãos para o motorista abrir a porta por favor e esse foi fofo e abriu. Entramos no ônibus e começou a chover. Que sorte que conseguimos pegar este ônibus (PS se tivéssemos dado a volta para pegar o ônibus teríamos perdido).

Voltamos para o aeroporto, onde compramos um ticket de 24 horas para se locomover por Amsterdã. Existe algumas opções de cartão para utilizar o transporte público (horas de utilização). Quando entramos no ônibus passamos o cartão na máquina e quando saímos passamos novamente. Pegamos o ônibus 397 no aeroporto e descemos praticamente em frente ao Hard Rock Café. Fizemos reserva com antecedência e ficamos na janela em frente aos canais. Quando nosso garçom se apresentou e soube que éramos brasileiros, falou várias palavras em português, disse que adorava o Brasil. Bem fofo, né?

20190507_134132
Almoço maravilhoso no Hard Rock

Uma dica de souvenir extra é ir ao Hard Rock Café, pedir para beber o Hurricane – existe a opção de você “ganhar a taça”. Acho que vale a pena, porque a taça é maior, ou seja vem mais bebida e a diferença de preço e bem pequena – custa bem menos que comprar a taça na lojinha e você fica com uma taça do Hard Rock Café Amsterdã, por exemplo. Aqui em casa temos 02 de Amsterdã e 01 de Nova York.

 

20190507_134213

img_20190705_214308_023
Mesa de Frente para um dos Canais de Amsterdã
20190507_133049
Alegria de beber um drink sem álcool do Hard Rock Café e ganhar a taça

Do Hard Rock Café fomos correndo para o Museu Van Gogh. Dá para ir a pé, é bem pertinho. Compramos o ingresso com antecedência também. Nosso ingresso estava marcado para 14:30h. Entramos direto (pois já era 14:45h!).  Quando compramos o ingresso, adquirimos o áudio-guia e digo que vale muito a pena. Uma pena que não pode tirar fotos neste museu. Ele é amplo, conta historias interessantes. Muitas obras famosas. Simplesmente vale muito a pena. Mesmo que você não goste de museu. Mesmo que você não goste de arte. Aprendemos várias coisas, tipo, Van Gogh não era excêntrico ao pintar autorretratos por exemplo – na época era muito caro contratar um modelo para pintar, então por ele não ter dinheiro, fazia autorretratos. Os Girassóis foram pintados com 3 tintas: amarelo, vermelho e azul… Quando olhamos o quadro Quarto em Arles, sentimos vontade de deitar naquela cama – é muito louco!

img_20190707_114901_311

Saímos do Museu já atrasados para a próxima parada: MOCO. Vocês conhecem o MOCO? Eu não conhecia. Conheci um dia antes porque a ex-BBB Clara tinha ido uns dias antes e eu acompanhei ela esse período para saber se ela tinha ido a algum lugar interessante, para saber como estava o tempo e essas coisas… eu simplesmente A M E I  este museu. Ele fica literalmente do lado do museu do Van Gogh, então acho parada obrigatória. MOCO é o Museu de Arte de Rua, Moderna, Contemporânea  de Amsterdã. Nele há obras de Banksy. Você lembra dele? Provavelmente vendo a foto abaixo lembrará da obra Girl with Baloon- a obra de arte que foi leiloada em 2018 por quase BRL 5 milhões. Após ser vendida, a obra começou a ser automaticamente cortada em tiras, saindo pela moldura. A parte superior da obra ficou intacta.

Amsterdan-19
Girl with Ballon – Banksy

 

20190507_165211

amsterdan-30

 

20190507_172012.jpg

Amsterdan-36

Amsterdan-34

Depois de tirarmos várias fotos tumblr no MOCO, fomos para mais um ponto turístico imperdível em Amsterdã: A Casa de Anne Frank.  De todos os pontos turísticos de Amsterdã, este é o que precisa ser reservado com mais antecedência. As entradas são super disputadas, então para garantir o dia e o horário, é legal reservar com pelo menos  1 mês de antecedência. Na Casa de Anne Frank também não é permitido fotos infelizmente. Há áudio guia em português, o que é muito legal. Eu aconselho ver o filme da história  da Anne antes de ir no museu. Porque depois de ver filme, entrar em cada cômodo, você se põe no lugar da família e isso é uma experiência maravilhosa. Para chegar no museu, pegamos 02 bondes, foi super rápido, em menos de 15 minutos chegamos. Nossa entrada estava agendada para 18:30h. A visita completa demora por volta de 2 horas – no final tivemos que correr porque nosso próximo passeio estava marcado para 20:30h e não podíamos atrasar nem 1 minuto!

 

IMG_20190507_200938663
Casa Anne Frank

Para finalizar o dia, fizemos um passeio de barco nos canais de Amsterdã. Agendei para 20:30h para conseguirmos ver o pôr do sol do barco. Apesar de durante o dia o tempo estar bem feio,  tivemos sorte com o pôr do sol. Comprei o pacote no site Get Your Guide que tem muitas opções. O programa que escolhemos foi ótimo, 2 horas de passeio exatamente no horário do pôr do sol. No barco é possível comprar bebidas. Passeamos pelos principais canais e pudemos ver um pouco da cidade!

 

 

Amsterdan-41

Amsterdan-40

Amsterdan-45
Pôr do Sol

Nem dá para acreditar que fizemos tudo isso em um dia. Foi intenso e maravilhoso. O que vocês gostaram mais que descrevemos?

  1. Keukenhof
  2. Hard Rock Café
  3. Museu Van Gogh
  4. Museu MOCO
  5. Casa de Anne Frank
  6. Passeio de Barco nos Canais

 

Anúncios